O Nicoo (também conhecido como Nicco) é um aplicativo disponível para download em celulares Android que promete desbloquear skins de personagens e armas de graça no Free Fire. No entanto, o uso de apps como esse é proibido pela Garena, que pode banir permanente conta de jogadores que os utilizarem. Entenda, a seguir, como o Nicoo funciona e os riscos associados ao seu download e uso. Vale lembrar que o FF está disponível para download grátis em dispositivos Android e iPhone (iOS), e no PC via emuladores como o BlueStacks, LD Player e MEmu App Player.

O que é o Nicoo?

Nicco é um aplicativo que promete oferecer diversas skins de personagens e armas gratuitamente no Free Fire. Lançado em 2020, o app é exclusivo para celulares Android e pode ser baixado de forma gratuita na Internet, fora da Google Play. Além da variedade de skin, a popularidade do Nicoo na comunidade de Free Fire pode estar atrelada ao simples manuseio do aplicativo. Após o download dos arquivos, o jogador abre o aplicativo e, em seguida, pode selecionar facilmente o item em uma janela flutuante.

A AK-47 Chama do Dragão, o “item mais caro do Free Fire”, é uma das skins disponíveis no aplicativo não-oficial. O aplicativo também promete alterar o formato, tamanho e cor da mira. As skins disponíveis no Nicoo também são válidas tanto para personagens masculinos quanto femininos. Entretanto, o item cosmético é exibido apenas para o jogador que instalou o aplicativo. Outros jogadores não conseguem ver o item durante as partidas do Battle Royale. A prática é bem similar ao LuluBox.

Nicoo oferece gratuitamente skins para personagens masculino e feminino — Foto: Reprodução/Facebook Nicoo

Regras da Garena e punições

O uso do Nicoo com Free Fire é proibido pela Garena. Na página FF Suporte, a desenvolvedora do jogo afirma que o “uso indevido de programas de terceiros que possam influenciar a partida” pode ser motivo para suspensão permanente da conta no Free Fire. A empresa especifica que programa de terceiros são “softwares que tentem descompilar, desmontar ou desarmar, invadir ou hackear qualquer parte dos serviços e funções do jogo”. Neste caso, o download e uso do app podem sim gerar o banimento do jogador.

O uso de aplicativos terceiros no Free Fire é proibido pela Garena, desenvolvedora do Battle Royale — Foto: Reprodução/Garena

O uso do app coloca o usuário em perigo?

Entramos em contato com a empresa de segurança digital ESET para entender se o app oferece algum risco aos usuários que vá além do banimento. A empresa declarou, após análise prévia, que o programa é um aplicativo potencialmente indesejado (PUA). “Isso não significa que ele seja malicioso ou perigoso. Esses tipos de detecções referem-se a aplicativos que podem ter um comportamento incômodo ou arriscado para o usuário, e deve-se ter em mente que antes de instalar qualquer app o usuário valide as permissões que está dando sobre ele”.

A empresa explicou que fez apenas uma análise prévia do serviço, uma vez que uma pesquisa aprofundada levaria tempo e pediria uma autorização da empresa por trás do aplicativo. A ESET também deu mais detalhes sobre os programas categorizados como PUAs. “São um grupo de aplicativos também conhecido como Grayware, cuja intenção não é necessariamente maliciosa, como acontece com outros tipos de malware, como vírus ou cavalos de Tróia. No entanto, eles podem instalar um software adicional indesejado, alterar o comportamento do dispositivo ou realizar atividades não aprovadas ou esperadas pelo usuário”, explicou a empresa.

Com informações de Garena (12)

Deixe um comentário