Jogos de guerra em simulação são uma boa pedida para usuários que gostem de gameplay que envolva habilidade, coordenação e trabalho em equipe. ArmA 3, Squad e Post Scriptum são alguns exemplos de títulos que dão maior realismo ao comportamento das armas e ao operacional das ações militares.

Nas linhas a seguir, conheça dez opções de games de guerra como Call of Duty. Vale citar que os jogos citados estão disponíveis em diversas plataformas, como PC (via Steam), PlayStation 4 (PS4), PlayStation 5 (PS5), Xbox One e Xbox Series X/S.

1. ArmA 3

Os jogos da série ArmA, produzida pela Bohemia Interactive, têm foco especial no realismo, que vai além dos gráficos. No jogo, a simulação física aprofundada de cada arma e o uso de equipamentos eletrônicos em operações, por exemplo, são precisamente simulados pelo game, que exige bastante do jogador.

A experiência que é entregue pelo título, por sua vez, é impressionante e do tipo que não existe em jogos focados em um público mais amplo, como Call of Duty ou Battlefield. ArmA 3 está disponível para PCs (via Steam) por R$ 99.

ArmA 3 é complexo e imersivo — Foto: Divulgação/Bohemia Software

ArmA 3 é complexo e imersivo — Foto: Divulgação/Bohemia Software

Além de uma grande variedade nos modos de jogo, ArmA 3 é amigável com mods, e possui uma ampla seleção de conteúdo criado pela comunidade. Para quem prefere a experiência tradicional da Bohemia Interactive, no entanto, há muito o que explorar também. Isso porque o jogo é ambientado em um enorme mapa aberto, com diversos cenários diferentes que variam entre áreas urbanas e rurais, entregando batalhas e operações envolventes.

2. Red Orchestra 2: Heroes of Stalingrad

Ambientado na Batalha de Stalingrado, da Segunda Guerra Mundial, Red Orchestra 2 tem foco em multiplayer, com promessa de simulação precisa de uma das mais sangrentas batalhas da história. O jogo permite que jogadores vivenciem confrontos na região da cidade soviética, experimentando a ação de guerrilha que mobilizou os exércitos soviético e nazista entre julho de 1942 e 1943. O jogo está disponível para PCs (via Steam) por R$ 17.

Red Orchestra 2 tem jogabilidade elogiada — Foto: Divulgação/Tripwire Interactive

Red Orchestra 2 tem jogabilidade elogiada — Foto: Divulgação/Tripwire Interactive

O realismo de Red Orchestra 2 pode ser visto em elementos como a simulação física das armas aprofundadas, com o comportamento balístico dos projéteis e o recuo e impacto de cada tiro. Além disso, o jogo não tem HUD mostrando dados como quantidade de balas restantes, o que obriga o jogador a checar ou até memorizar quantos tiros ainda restam. Nele, a vida também não se regenera, e é difícil recuperar-se de ferimentos. Por conta disso, a cobertura é algo crucial no cenário de batalha.

3. Verdun

Verdun é um jogo de tiro tático por esquadrões. Ele leva o nome da Batalha de Verdun, da Primeira Guerra Mundial, uma das grandes tragédias coletivas da humanidade. Disponível para PCs, PlayStation 4 (PS4) e Xbox One, o game aposta no realismo e tem armamento limitado do conflito. Isso impõe uma cadência de tiro bem mais baixa, aumentando a exigência por precisão e ação rápida de preparo para o disparo.

Verdun permite experimentar as duras realidades da Primeira Guerra — Foto: Divulgação/BlackMill Games

Verdun permite experimentar as duras realidades da Primeira Guerra — Foto: Divulgação/BlackMill Games

O jogo retrata a violência dos embates do front europeu da Primeira Guerra, com direito a ações coordenadas com artilharia, barragens e armas químicas. Do ponto de vista de gameplay, Verdun permite partidas com até 64 jogadores, além de exigir coordenação para que ataques e defesas sejam bem sucedidos. O game tem quatro grandes modos.

4. Escape from Tarkov

Escape from Tarkov oferece uma pegada imersiva temperada por elementos de simulação muito elogiados, como armas com comportamento realista, por exemplo. A jogabilidade, que envolve sobrevivência, se destaca pelo aspecto tático, que obriga equipes a se organizarem para explorar o mapa em busca do ponto de extração.

Escape from Tarkov depende de trabalho em equipe e muita atenção ao ambiente — Foto: Reprodução/Thomas Schulze

Escape from Tarkov depende de trabalho em equipe e muita atenção ao ambiente — Foto: Reprodução/Thomas Schulze

Além da dinâmica de jogo online contra outros jogadores no mesmo mapa, Escape from Tarkov conta com outros elementos, como mecânicas de loot para encontrar armas e equipamentos. Além disso, há o mercado, em que players podem trocar e vender seus equipamentos. Atualmente disponível em beta, Escape from Tarkov tem versão para PCs, via Steam e Epic Games Store.

5. Insurgency: Sandstorm

Insurgency: Sandstorm foca em combates urbanos e tem um multiplayer bastante complexo. Nele, os jogadores têm acesso a todos os itens de customização de armas, normalmente bloqueados em outros jogos. Carregar tudo com você, no entanto, aumenta o peso e reduz sua velocidade. Outra diferença importante do game é o seu sistema de classes. Cada uma delas complementa profundamente as outras, fortalecendo times com papeis bem definidos e variados.

Com intricado sistema de classes, Insurgency tem versões para consoles — Foto: Divulgação/Focus Home Interactive

Com intricado sistema de classes, Insurgency tem versões para consoles — Foto: Divulgação/Focus Home Interactive

Neste jogo, a comunicação também é importante. Há, no entanto, uma grande ressalva: se você fizer muito barulho, falando alto o tempo todo, seu inimigo pode te ouvir e localizar seu time. Insurgency: Sandstorm tem versões para PCs, PS4 e Xbox One, além de reedições já confirmadas (mas ainda sem data) para Xbox Series S/X e para PlayStation 5 (PS5).

Deixe um comentário